2009: Ficamos entre os 100 do Top Blog

domingo, 11 de janeiro de 2009

Reeducação alimentar já!


Fiz uma nova viagem para Maresias. Cheguei ontem às 23:40 h e agora são 2:52 h. Resolvi escrever pois me sinto na obrigação, mesmo que ninguém leia essa página ou todas de meu ínfimo diário...
Vim morrendo de medo de meu carro, embora novo, podia quebrar...Também tive muito medo do Sr Sono, aliás, estou com muito, mas estou resistindo bravamente para escrever nesse momento...
O que seria o corpo se não ultrapassássemos seus limites? Como o conheceríamos? Muitas vezes optamos em desrespeitá-lo, não ouvindo-o...
O corpo sempre fala baixinho dentro de nossos limites da comunicação: “ – Estou cansado, me deixa repousar pelo meu próprio tempo”.
Temos várias idades: A idade registrada no cartório, a idade que dizemos ter, a idade biológica, a idade psíquica, a idade idealizada, a idade aparente e a idade do corpo.
O psiquiatra Jairo Bouer usa o termo “adultecente” quando os adultos, por uma razão confusa, não querem crescer totalmente...Será que seria mais um artifício para a perpetuação da espécie? já que organismos “maduros” estão deixando de procriar fisicamente?
Viajar pelas Serras faz a gente ver matas solitárias, mares selvagens, cuja a idade pouco importa, por isso é sempre desconhecida ao seu observador.. Todo esse panorama é mais antigo do que nós e sobrevive aos nossos mosquetes há séculos..
Florestas e oceanos são muito mais fortes do que nós e sobreviverão depois de nós...
Mas, deixando a dialética das forças de lado, cheguei em casa e encontrei “caca” de meus dois cachorros Yorkshire pela casa toda. A Letícia ajudou na limpeza. O cheiro era intoxicante..Essa raça é considerada nobre e a estética é ímpar. São também considerados uma espécie inteligente...mas, podem acreditar: Fazem caca como qualquer outro vivente que se alimenta e depois precisa se livrar dos seus fluidos no meio ambiente..Parece que a natureza é deveras democrática.
Creio que uma reeducação alimentar possa fazer bem à Yorks e a humanos: Os primeiros teriam fezes menos mal cheirosas e os segundos, talvez tivessem um olhar mais compreensível para si mesmos..

Um comentário:

Chapéu disse...

Não importa a idade que tenhamos, sempre seremos crianças mascaradas em sua mais pura essência.


yorke shire são muito carentes de atenção. tenho um e sempre que viajo ele faz alguma travessura pra chamar atenção! hahahaa
mas são otimas companhias.